É aquela altura do ano, por isso pensámos que seria uma boa altura para fazer um ponto de situação sobre como as coisas estão a correr em Lisboa e o que estamos a planear para 2021. Se estão a ler isto, então sabem que nós gostamos de partilhar tudo o que fazemos na Cloudflare, incluindo a forma como a nossa organização está a crescer.

Em Julho, o John Graham-Cumming escreveu um post no blog intitulado Cloudflare's first year in Lisbon e mostrou-nos como é que passámos de um anúncio, feito uns meses antes, para um escritório completamente funcional, inteiramente criado de raiz. Nesta altura, apesar da escalada da pandemia, a equipa já estava a trabalhar arduamente no crescimento do escritório e solidificação da nossa presença.

Umas semanas mais tarde, em Agosto, juntei-me orgulhosamente à equipa.

As primeiras semanas

A Cloudflare é uma empresa grande por qualquer prisma que se escolha. Há muitas coisas que temos que aprender, muitas pessoas que temos que conhecer primeiro, e muitas etapas de preparação que precisamos de ultrapassar antes de chegarmos a uma posição que nos permita efetivamente realizar trabalho real e produtivo.

Juntar-me à Cloudflare durante a pandemia foi desafiante. Senti-me tão entusiasmado como me senti assustado. Estávamos (ainda estamos) a trabalhar completamente a partir de casa e eu não tinha uma equipa com quem trabalhar em pessoa. É uma configuração certamente intimidante, mesmo para as pessoas mais experientes.

Mas eis a diferença. A Cloudflare não é uma empresa qualquer. Nós somos inigualáveis porque conseguimos combinar dimensão, ambição, talento, visão, valores, e cultura de uma forma que é muito difícil de replicar e manter por qualquer outra empresa.

Somos grandes mas movemos-nos rapidamente. Somos 1,600 a trabalhar juntos, mas sentimos-nos como um grupo coeso. Estamos distribuídos por múltiplos escritórios e continentes, muitas vezes a trabalhar em equipas com fusos horários distintos, mas não nos apercebemos. Temos ferramentas, documentação, metodologias, mas nada disto se coloca à frente do nosso mantra de “lançar produtos”. Há gestores de produto, equipas para funcionalidades específicas, mas todos nós temos um sentido de propriedade sobre o trabalho dos outros.

Eu senti tudo isto logo a seguir à primeira semana de orientação. As boas-vindas calorosas, as conversas regulares só para dizer “olá” e ver como é que eu me sentia, e o sentido de urgência de todos em se certificarem de que me estava a adaptar e a receber toda a ajuda necessária, dando-me conselhos, apresentando-me a outros colegas. Os “Cloudflarians” levam a peito garantir que toda a gente se sente em casa. Podem saber mais sobre esta experiência no segmento Story Time que o John fez comigo.

Onde estamos

A Cloudflare em Lisboa progrediu bastante. Hoje temos 74 pessoas incrivelmente talentosas a trabalhar em áreas tais como Engenharia, Segurança, Infraestrutura, Suporte ao Cliente, Pessoas e Lugares, Gestão de Produto, Tecnologias Emergentes ou Contabilidade, e continuamos a crescer rapidamente.

Apesar da pandemia não nos ter ajudado com os nossos planos, especialmente os relacionados com o crescimento e usufruto do novo espaço na Praça Marquês de Pombal, também não nos abrandou. Só em novembro e dezembro juntaram-se 15 pessoas novas à nossa equipa.

Mais interessante ainda, temos uma equipa super diversificada. Não podíamos estar mais orgulhosos disso. Estamos a colocar as ações à frente das palavras e a contribuir ativamente para criar mais oportunidades para as mulheres em tecnologia e para atrair pessoas para trabalhar em Portugal independentemente do seu país de origem.

As nossas discussões sobre se os Pastéis de Nata são melhor servidos com ou sem canela, sobre as nossas tradições festivas, música Portuguesa, café, os nossos “quizzes de bar” e “escape rooms” virtuais, e claro, os comentários sobre o Marcelo em tronco nú, são agora rotina. São evidência de que nos sentimos bem como um grupo e de que nos estamos a divertir enquanto crescemos.

De regresso a Portugal?

Estamos a viver tempos invulgares e de introspeção. Muitos dos nossos emigrantes a viver fora do país estão a considerar voltar a casa a Portugal. O nosso escritório em Lisboa é a prova deste movimento crescente. Os regressados Portugueses representam cerca de 10% da nossa equipa atual.

O governo português tem uma iniciativa chamada "Programa Regressar," onde disponibiliza benefícios fiscais e apoio financeiro para apoiar os emigrantes e as suas famílias no seu regresso a Portugal.

Apesar de ser uma iniciativa louvável, achamos que não é suficiente. Mudarmos-nos com a família para outro país é um evento decisivo. Apesar do patriotismo, do custo de vida e dos benefícios fiscais serem determinantes neste processo de decisão individual, a procura por espaços de trabalho excepcionais e por empresas com ambição a que se possam juntar também são importantes.

É aqui que a Cloudflare pode ajudar. Nós podemos oferecer o melhor dos dois mundos a quem regressa. Viver num país lindo, onde se sentem em casa, enquanto trabalham numa empresa de alcance global com uma cultura única, a resolver problemas de grande escala com o objetivo de construir uma Internet melhor. Para além disto estamos prontos para ajudar em tudo o que estiver ao nosso alcance durante o regresso.

O futuro

A Cloudflare está a apostar seriamente em Portugal. Vamos continuar a crescer e a investir em talento com potencial no nosso escritório em Lisboa, fazendo deste uma das principais localizações da Cloudflare, a par com São Francisco, Austin, Singapura e Londres.

Atualmente temos 28 posições abertas para Lisboa, e é expectável que abram mais durante as próximas semanas. Algumas são para equipas baseadas em Lisboa, como é o caso da “Data Insights” e do “Cloudflare Radar” (vamos duplicar a equipa em 2021), enquanto outras se vão juntar a outros projetos, alguns dos quais com equipas distribuídas por múltiplas regiões.

Para quem se decidir candidatar, aqui ficam alguns recursos sobre a Cloudflare que podem ajudar a aumentar as suas probabilidades de conseguir a vaga:

  • Cloudflare Careers Day: Meet the Engineering Team com Isabel Rodrigues, Jen Langdon, e eu próprio.
  • O nosso Blog. Aqui partilhamos imensa informação sobre a nossa infraestrutura, produtos, decisões técnicas, arquitetura dos sistemas, e a nossa abordagem para resolver problemas técnicos complexos, em larga escala.
  • A nossa página oficial do Github. O open-source faz parte do nosso DNA e gostamos de devolver à comunidade sempre que possível. A Cloudflare tem mais de 300 repositórios públicos que podes explorar, experimentar, ou derivar.
  • O nosso Website para Developers, onde podem aprender sobre os nossos produtos, como eles funcionam, as suas funcionalidades e APIs. Por falar em APIs, vejam o cloudflare-go, e o flarectl.
  • Verifiquem o nosso Fórum de comunidade, e coloquem-nos questões; estamos sempre lá a dar apoio, vão-se surpreender. Sigam-nos no Twitter.
  • A Cloudflare TV transmite conteúdo excelente a toda a hora. Podem ver na nossa agenda inúmeros episódios com as equipas e convidados, ou repetições de episódios passados. Espreitem também o arquivo “Best of”.
  • Finalmente, experimentem os nossos produtos. Como parte da nossa missão e valores, oferecemos um plano gratuito muito generoso para indivíduos e pequenas empresas. Podem experimentar a nossa CDN, proteção DDoS, Workers (100,000 pedidos por dia, com Workers KV incluídos), e até o Access for Teams (com o Argo tunnel incluído, para empresas ou agregados familiares até 50 lugares), sem custo nenhum.

Somos uma empresa de tecnologia em larga-escala, ambiciosa, mas com alma. Proteger uma Internet aberta e sem barreiras é fundamental para a nossa missão de construir uma Internet melhor. A Cloudflare é o motor de cerca de 16% dos pedidos de Internet das “Fortune 1,000” e serve 20 milhões de pedidos HTTP por segundo, em média.