Let’s celebrate the 8th anniversary of Project Galileo!

Começamos o Projeto Galileo em 2014, partindo da simples ideia de que organizações que trabalham em áreas vulneráveis, porém essenciais, como as que tratam de direitos humanos e desenvolvimento da democracia, não deveriam ter seus sites derrubados devido a ataques cibernéticos. Nos últimos oito anos, a ideia cresceu e excedeu a premissa inicial de proteção contra ataques DDoS, passando a criar formas de fomentar a colaboração com a sociedade civil de modo a oferecer mais ferramentas e mais apoio a esses grupos. Em março de 2022, após o início da guerra na Ucrânia, percebemos um aumento de 177% nos cadastramentos no Projeto Galileo.

Continue a ler para obter mais detalhes sobre todos os comunicados do nosso 8° aniversário:

  • Dois novos parceiros da sociedade civil para nos ajudar a selecionar os participantes
  • Novas informações sobre os padrões de ataque usando dados do Radar da Cloudflare
  • Um portal projetado para facilitar a integração dos participantes do Projeto Galileo
  • Detalhes sobre nossas sessões desta semana na RightsCon
  • Novos estudos de caso colocando em destaque os participantes do Projeto Galileo e o importante trabalho que estão realizando

Dois novos parceiros chegam ao Projeto Galileo

Este ano, estamos empolgados por dar as boas-vindas a dois novos parceiros, a International Media Support e o CyberPeace Institute. Ao incluir novos parceiros, nos tornamos capazes de expandir o projeto de modo a proteger uma série de grupos na internet. Com isso podemos dizer que, atualmente, estamos protegendo mais de 1.900 organizações em 111 países.

Após quase três anos trabalhando no Projeto Galileo da Cloudflare, posso observar em primeira mão como usamos as ferramentas de segurança para proteger as instituições mais vulneráveis na internet. De grupos de jornalismo no Brasil relatando questões ambientais a organizações de justiça social nos Estados Unidos, passando por ativistas em países autoritários, podemos ver como vozes diversas buscam a Cloudflare para obter proteção.

O aniversário do projeto é uma de minhas ocasiões favoritas todos os anos, dando-nos uma oportunidade de mostrar ao mundo um breve olhar sobre tudo o que testemunhamos diariamente. O aniversário também nos oferece a oportunidade de refletir sobre as lições aprendidas e encontrar maneiras de aprimorar o projeto.

Em épocas de crise, conversamos com a sociedade civil sobre como proteger as pessoas mais vulneráveis

Uma das lições mais importantes que aprendemos com o Projeto Galileo é que, em épocas de crise — seja a disseminação da COVID-19, a migração para o trabalho remoto ou conflitos geopolíticos —, somos capazes de nos mobilizar rapidamente para oferecer ajuda. Uma maneira de fazermos isso é tirar proveito das nossas parcerias com a sociedade civil para oferecer ferramentas de segurança e conhecimento técnico àqueles que precisam de ajuda para manter suas plataformas on-line seguras e confiáveis.

Isso se tornou muito claro, no final de fevereiro de 2022, com o início da invasão da Ucrânia pela Rússia.

Após o início da guerra na Ucrânia, as candidaturas ao projeto aumentaram 177% em março de 2022. Desde então, integramos 43 organizações localizadas na Ucrânia ao Projeto Galileo. Protegemos 116 organizações na região, com 62 delas tendo sido integradas ao projeto durante a crise, incluindo as organizações localizadas na Ucrânia. Muitas dessas organizações estão trabalhando com jornalismo e atuando no local em Kiev, enquanto outras incluem ativistas de direitos humanos que estão ajudando os refugiados a fugir do país e grupos que desenvolveram aplicativos para alertar os usuários sobre novos ataques aéreos.

Vimos como as parcerias com a sociedade civil, governos e empresas privadas nos tornaram capazes de fornecer uma resposta ágil quando se trata de oferecer apoio à Ucrânia.

Isso pode ser percebido na forma de doações de serviços de segurança para garantir que as pessoas no local tenham acesso à informação. O foco principal na Ucrânia tem sido, primordialmente, proteger as organizações que trabalham com direitos humanos, mas muitos grupos da sociedade civil que estão trabalhando para fornecer assistência podem ter sido negligenciados no contexto da segurança digital. Muitas vezes a sociedade civil não conta com muitos recursos para se proteger, então nos empenhamos em fornecer nossos serviços, tanto aos defensores dos direitos humanos quanto àqueles que os apoiam.

O que aprendemos nos últimos meses é que a colaboração em tempos de crise é essencial para fornecer nossas proteções de forma responsável no âmbito do projeto. Qualquer organização ucraniana que esteja enfrentando um ataque pode se cadastrar para receber proteção gratuita ao abrigo do Projeto Galileo acessando www.cloudflare.com/galileo. Faremos o máximo para agilizar a avaliação e consequente aprovação.

O que esperar no 8° aniversário do Projeto Galileo

Painel de controle do Radar

Para celebrar o 8° aniversário do Projeto Galileo, queríamos identificar os tipos de ataque que esses grupos enfrentam de modo a melhor equipar os pesquisadores, a sociedade civil e as organizações visadas com boas práticas e salvaguardas para proteger seus sites e dados internos.

Criamos um painel de controle do Radar com foco nos ataques contra organizações em áreas como direitos humanos, jornalismo e grupos que constroem comunidades. Integramos uma série de organizações na Ucrânia e em países vizinhos durante a invasão russa ora em curso.

Saiba mais sobre os ataques que detectamos contra grupos vulneráveis protegidos no âmbito do Projeto Galileo amanhã, com uma postagem de blog adicional e o painel de controle do Radar.

Portal de Impacto Social

O Projeto Galileo cresceu e já apoia mais de 1.900 organizações, que podem ser classificadas em duas categorias principais. A primeira inclui organizações que estão familiarizadas com o panorama da segurança e com as ferramentas da Cloudflare de que necessitam para se manterem seguras. A segunda, que inclui a maioria das organizações que protegemos ao abrigo do projeto, não estão familiarizadas com o panorama das ameaças e não contam com uma equipe dedicada de TI.

Estamos inteiramente cientes de que as organizações que trabalham em prol da democracia, responsabilidade e direitos humanos enfrentam um número crescente de ataques cibernéticos devido à natureza sensível de sua atuação. Com frequência, as organizações procuram a Cloudflare porque foram vítimas de um ataque cibernético e precisam de ajuda para mitigá-lo e voltar ao ar. Infelizmente, vemos cadastramentos devido a esse tipo de ocorrência todos os dias no Projeto Galileo.

Assim, queríamos criar um novo recurso para ajudar essas organizações em suas jornadas na Cloudflare e temos o orgulho de lançar uma nova área centralizada, que as organizações protegidas por nossos diversos projetos podem acessar quando tiverem dúvidas sobre configurações, solicitações de produtos e treinamento envolvendo as formas de manter sua segurança. Com vídeos sob medida para os produtos de segurança e um foco sobre os produtos Zero Trust da Cloudflare, estamos empolgados com o oferecimento de mais recursos às organizações que contam com poucos ou nenhum funcionário dedicado ao segmento de TI, de modo a garantir que permaneçam on-line e a salvo de ataques cibernéticos.

Saiba mais sobre o portal Projetos de Impacto Social e sobre como o desenvolvemos especificamente para as organizações protegidas no âmbito dos nossos projetos de Impacto da Cloudflare esta semana.

RightsCon 2022


Todos os anos, a Cloudflare patrocina a RightsCon, uma iniciativa da organização sem fins lucrativos Access Now. A RightsCon reúne em um só lugar uma ampla gama de grupos da sociedade civil e partes interessadas dos setores público e empresarial para conversar e se informar sobre questões de direitos digitais. Com tópicos incluindo paralisações na internet, segurança digital, privacidade e vigilância, o evento tem tudo o que é necessário para proporcionar uma excelente semana de interações com uma variedade de players no espaço dos direitos digitais.

Este ano estamos participando de vários eventos e particularmente empolgados com um laboratório comunitário que estamos organizando com organizações parceiras como o National Democratic Institute, a Internews, o CyberPeace Institute e a Okta. A sessão irá se concentrar nas ferramentas disponíveis para organizações em risco e nos permitirá saber mais sobre como o setor privado e a sociedade civil podem aprimorar seus recursos de segurança. Ao longo desses anos com o Projeto Galileo, nos tornamos cientes de como fazemos parte de um ecossistema mais amplo. Quando se trata de fornecer ferramentas às organizações, é importante trabalharmos em conjunto com diferentes players para encontrar a melhor maneira de apoiá-las, na internet e fora dela. Esperamos que essa sessão gere novas ideias sobre como podemos trabalhar em estreita colaboração com os demais e nos permita saber mais sobre como as organizações encaram os recursos de segurança.

Se estiver planejando participar da RightsCon, não deixe de conferir nossa sessão na quarta-feira, 8 de junho, às 13h30, horário de Brasília. Maiores informações estão disponíveis no site da RightsCon.

Estudos de caso

Durante as comemorações do aniversário, queremos destacar várias das organizações protegidas no âmbito do projeto e o que fazem para se manterem a salvo de ataques cibernéticos. Valorizamos as organizações que querem contar a história do incrível trabalho que realizam em prol dos direitos humanos e da construção de comunidades e como permanecem sempre on-line com a ajuda da Cloudflare. Nosso objetivo ao contar essas histórias é incentivar outras pessoas que trabalhem em espaços semelhantes a aproveitarem as vantagens das ferramentas de segurança disponíveis para seu uso. Os estudos de caso também ajudam outras organizações que podem ter chegado ao projeto recentemente.

Confira algumas de suas histórias em torno de como usam o Projeto Galileo para se manterem a salvo de ataques cibernéticos.

Se você for uma organização em busca de proteção

À medida que damos o pontapé inicial nas comemorações do 8° aniversário do Projeto Galileo, queremos agradecer aos nossos parceiros da sociedade civil com os quais trabalhamos para oferecer a proteção da Cloudflare. Se você for uma organização em busca de proteção no âmbito do Projeto Galileo, acesse o nosso site: cloudflare.com/galileo.